» octogésimo segundo


Caderneta de Cromos, de Nuno Markl

«(…) eu quero acreditar que as nossas mães nos faziam usar essas calças para nos prepararem para a vida. Não para nos prepararem unicamente para usar calças de fazenda que picam – esse suplício estava limitado à nossa infância – mas, de uma forma quase metafórica e poética, para nos prepararem para o facto de a vida conter algum sofrimento e não ser um mar de rosas. Era isso que as calças de fazenda estavam ali a representar (…)»


imagem [aqui]

» octogésimo primeiro


Master of Magic, jogo para PC

O meu primeiro computador foi um ZX Spectrum, tal e qual este [aqui]. Era viciado e tinha dezenas de cassetes com jogos, muitos dos quais piratiados por mim na aparelhagem lá de casa.
Depois veio o Personal Computer, ainda um 386, porque a minha irmã precisava dele para os trabalhos da faculdade. Eu, claro está, afiambrei-me ao bicho e continuei a jogar.
Em 1995 sai o Master of Magic. Recordo-me perfeitamente de estar na escola, já no secundário, e de um colega meu falar nele. Estávamos uma aula de informática e o intervalo serviu para dar os primeiros passos, ali mesmo. E depois, foi a puta da loucura.

E agora, 17 anos depois, cá ando a invocar espíritos mágicos e a conquistar cidades.


mais sobre o jogo [aqui]
demonstração, no youtube [aqui]

» octogésimo

Funk da Aula de Sexo Anal, do DJ Raphael Mendes

Este tema tem tanto de original como de inusitado.
Aquilo que havia sido uma aula de sexo anal, transmitida por um qualquer canal da televisão brasileira, transformou-se num funk viciante do qual não se consegue fugir. Tal maravilha pode ser ouvida [aqui].
Quem tiver curiosidade pode assistir à matéria-prima [aqui].

Vai virar hit de verão, tenho a certeza!