» octogésimo oitavo


O Eterno Marido, de Fiódor Dostoiévski

«O mais monstruoso dos monstros é o que tem bons sentimentos»


imagem e mais informação [aqui]

Anúncios

8 responses to “» octogésimo oitavo

  1. foi sim, de pé!
    por ti, tudo como manda a lei.

    e para fazer pandã com o hastear da nossa bandeira hoje, dia da república, não só aplaudi de pé como o fiz em “pino” mode ;P

  2. bro…

    eu sou contra o facebook.
    é uma longa e complexa história. de vez em quando fico tentado a criar uma conta, mas depois começo a ficar cheio de urticária e com suores frios, para além de um mal estar no estômago…

    epah… não sei.

  3. Não vale a pena panicar, amiga!
    Eu já sei que você não gosta do facebook mas na sexta-feira teria-lhe sido muito proveitoso se tivesse visto as centenas bandeiras de cabeça para baixo…

    Mas mantenha-se fora da rede que a rede também se mantém fora de si!
    :P

  4. Não precisas ser desagradável, amiga.
    Lá porque eu sou contra a determinadas tecnologias, não quer dizer que eu mereça ser tratada assim com este teu desprezo.

    eu acho que o facebook é informação a mais para o meu gosto. uma promiscuidade que vai além do que eu considero razoável.

    e depois, só de pensar que teria que aceitar determinados pedidos de amizade só porque ficaria mal não o fazer…

    vou-me ali beber um chá de erva cidreira.
    que nervos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s